terça-feira, 26 de outubro de 2010

Oficina de Comunicação no IEJC


Neste último sábado, o Instituto de Educação Josué de Castro, vinculado ao Movimento dos Sem-Terra, convidou um dos nossos comunicadores para ajudar na formação de alunos que estão se preparando para organizar rádios nos assentamentos.

O Instituto fica em Veranópolis, aqui no RS, mas o grupo de alunos tinha gente de vários estados, e todos com o mesmo compromisso.

Quem recebeu a missão foi Rodrigo, que chegou à Veranópolis ainda na sexta-feira e sábado pela manhã já estava sendo recebido no Instituto, que é uma escola de ensino médio que une ensino e trabalho num ambiente de solidariedade e de gestão democrática.
Todos se envolvem nas tarefas que são compartilhadas entre alunos professores e funcionários.

Mas vamos para o relato...

"A primeira coisa que notei ao chegar na escola, foram os murais, as fotos e os quadros com simbologia de luta e organização. Encontrei também um ambiente muito receptivo, onde todos se esforçam para que o visitante se sinta bem.
Com o grupo de alunos não foi diferente, todos muito atentos e sempre questionando quando surgia alguma dúvida.
Tivemos uma troca de experiencias muito boa, mas o que realmente marcou foi que depois da conversa tivemos um momento de prática, em que todos utilizaram os equipamentos de som( mixer, amplificador, caixa, etc).
Alguns dos alunos tinham montado um micro-transmissor, e estavam enviando o sinal para a escola, que tinha caixas de som espalhadas em vários ambientes.
Muitos se emocionaram porque era a primeira vez que falavam ao microfone e se escutavam no rádio.
No final, uma grande salva de palma a todos encerrou a atividade, e um dos alunos me presenteou com um livro de poemas das lutas camponesas e do MST.
Pena que foi só um dia...

Rodrigo."

Um comentário:

Banda disse...

Olá a todas e todos da Voz do Morro meu nome é Levi e sou do MST - PR, é com grande alegria que leio esse relato do camarada Rodrigo.
Sou educando da turma de comunicação e cultura do IEJC, foi uma experiencia muito rica e esperamos que essa parceria continue, unindo campo e cidade em busca de uma nova comunicação e uma nova sociedade. Um forte abraços a todos